Cinco partidos no Parlamento aprovaram o novo diploma do financiamento partidário. O limite máximo de 631 mil euros deixa de existir e os partidos ainda poderão exigir às Finanças que devolva o IVA, não tendo sequer de o justificar. Só CDS e PAN votaram contra.

Publicado em Politica

Subscreva Newsletter

Escreva o seu email:

Entregue por FeedBurner