loading...

Sérgio Monteiro gastou 16 milhões em assessorias para vender Novo Banco

Sérgio Monteiro gastou 16 milhões em assessorias para vender Novo Banco
Foto: Noticias ao Minuto

No total, o Banco de Portugal gastou 25 milhões de euros em 2014 e 2015 em assessorias para gestão do processo do Banif e Novo Banco. Apenas no ano passado, foram gastos 16 milhões para o processo de venda liderado por Sérgio Monteiro.

O jornal Público analisou os relatórios de contas do Banco de Portugal e do Fundo de Resolução e concluiu que “só no ano passado, o Banco de Portugal terá gasto mais de 16 milhões de euros em pagamentos a consultoras, bancos de investimento e gabinetes de advocacia para colocar no mercado o Novo Banco, retirando-o do estatuto de banco de transição.” 

Estes valores estão nos relatórios de atividade do BdP e do Fundo de Resolução relativos a 2014 e 2015, não estando ainda disponíveis os valores relativos a 2016. 

Os números não são novos, já eram conhecidos na sua maioria, mas permitem criar perspetiva sobre as funções de Sérgio Monteiro, o ex-secretário de estado de Passos Coelho contratado pelo Banco de Portugal em 2015 para dirigir a venda do Novo Banco, função pela qual recebeu 458 mil euros por ano e meio de serviço. 

Em 2014, o banco terá gasto dois milhões de euros, e outros sete milhões em 2015. Paralelamente, o Fundo de Resolução gastou 9,7 milhões apenas em 2015. De tudo isto, diz ainda o Público, “os encargos apenas com advogados, ultrapassaram os dez milhões de euros, dos quais seis milhões em 2015 e 4,6 milhões em 2016.” 

As entidades contratadas que receberam a maior parte das verbas foram o Deutsche Bank, o BNP Paribas - estes dois com honorários de 15 milhões -, a TC Capital e a Vieira de Almeida & Associados (1,5 milhões); a sociedade de advocacia britânica Allen &Overy “terá recebido, em dois contratos, 2,1 milhões de euros”. Estes dois escritórios são os mesmos que montaram a estrutura jurídica que levou à resolução bancária do BES. 

A Cuatrecasa, Gonçales Pereira & Associados receberam 245 mil euros para apoio no processo Novo Banco e Banif. 

Fonte: Esquerda



Loading...

Subscreva Newsletter

Escreva o seu email:

Entregue por FeedBurner