Saiba como se proteger contra alegados esquemas fraudulentos nas compras online e fique a saber a quem pode recorrer para reaver o seu dinheiro.

Publicado em Actualidades

Uma caixa “a mais” no rol do material de guerra que “apareceu” quer dizer que ninguém sabe o que estava de facto armazenado nos paióis, nem o que foi levado, nem quando.

Publicado em Actualidades

No dia em que passam 262 anos sobre o terramoto e tsunami que devastaram a cidade de Lisboa, conversámos com um especialista que nos disse que abalos desta magnitude acontecem com "intervalos longos superiores a mil anos". Por isso, para já, estamos seguros. Porém, esta não deve ser a única preocupação. Outros sismos de menor magnitude podem ser igualmente violentos e com potencial para destruir boa parte da cidade.

Publicado em Curiosidades

A Tesla lançou recentemente um novo telhado solar fotovoltaico e apesar de ainda não estar à venda os seus preços foram anunciados.

Publicado em Actualidades

Espalhadas por uma das zonas mais afectadas pelos incêndios, Oliveira do Hospital, nenhuma das 5 explorações agricolas de António Campos arderam. Ele explica porquê.

Publicado em Actualidades

Antigo dirigente dos Serviços Florestais do EUA avisou em 2009, num relatório entregue no Parlamento, que se devia levar "muito a sério" o risco "catastrófico" de arderem 500 mil hectares num só ano.

Publicado em Actualidades

Para atravessar matas facilmente e poder combater incêndios com o melhor equipamento possível, os americanos da Howe & Howe propõem um bulldog. Mas não é um bulldog qualquer. Este Bulldog é construído na plataforma do camião International 7400, com tração às quatro rodas e um peso de 11,8 toneladas.

Publicado em Actualidades

Em 1989 houve uma guerra no vale do Lila, em Valpaços. Centenas de pessoas juntaram-se para destruir 200 hectares de eucaliptal, com medo que as árvores lhes roubassem a água e trouxessem o fogo. A polícia carregou sobre a população, mas o povo não se demoveu.

Publicado em Curiosidades

A sociedade portuguesa atravessa um difícil período de ataque à solução governativa adoptada na sequência das eleições de 2015, de que a mais recente expressão está ligada aos incêndios florestais. As dimensões que assumiram neste Verão e suas consequências trágicas incomparáveis com desastres anteriores conferem-lhes um carácter essencialmente diferente do que até agora se apresentava. A dimensão humana da tragédia é assustadora. E a dimensão territorial também.

Publicado em Politica

Recebemos um email para partilhar-mos a seguinte informação:

Publicado em Actualidades

Subscreva Newsletter

Escreva o seu email:

Entregue por FeedBurner