loading...

Pingo Doce não respeita 1º de Maio

Pingo Doce não respeita 1º de Maio
Foto: Noticias ao Minuto

"O sindicato, sabendo que esta empresa, mais uma vez, vai abrir os seus estabelecimentos no dia internacional do trabalhador, considera isso um desrespeito completo por aquilo que significa o 1.º de Maio.

Mas o Pingo Doce acha que não tem de respeitar", afirmou Isabel Camarinho, do CESP.

A dirigente sindical falava à agência Lusa à margem de uma concentração, em Lisboa, de trabalhadores do Pingo Doce - do grupo Jerónimo Martins - e de dirigentes sindicais pelo aumento dos salários e contra o que afirmam ser violações do contrato coletivo de trabalho e da Lei na empresa.

Para Isabel Camarinho, os trabalhadores "têm de poder não ir trabalhar no dia 1 de maio" e, assim, poder "lutar e comemorar" o dia internacional do trabalhador.

A rede de supermercados Pingo Doce tem aberto as portas nos últimos anos a 1 de maio, com campanhas de vendas com descontos de 50% que, em 2012, por exemplo, provocaram uma elevada afluência de consumidores às lojas, tendo-se registado incidentes em alguns postos de venda.

Fonte: Noticias ao Minuto



Loading...

Subscreva Newsletter

Escreva o seu email:

Entregue por FeedBurner