loading...

NAZARÉ - Facadas e tiros em Escola feitos por homem de etnia cigana

NAZARÉ - Facadas e tiros em Escola feitos por homem de etnia cigana
Foto: Região de Cister

O homem de etnia cigana agredido hoje na escola Amadeu Gaudêncio, na Nazaré, numa rixa envolvendo uma arma de fogo e uma arma branca, morreu na sequência dos ferimentos, confirmou o Hospital de Santo André, em Leiria.

De acordo com o Hospital de Santo André, o homem, de 67 anos de idade, foi "admitido na emergência em manobras de Suporte Avançado de Vida, efetuadas pela equipa da VMER", e foram tentadas manobras de reanimação "sem sucesso, sendo verificado o óbito”.

Ainda segundo o hospital, a vítima apresentava "lesões provocadas por arma de fogo e por arma branca".

O homem foi vítima de uma agressão que teve origem “num desentendimento entre dois adultos do sexo masculino, familiares de um aluno", em que “foram disparados vários tiros”, disse à Lusa Bruno Soares, comissário da PSP de Leiria.

Na sequência das agressões, que terão envolvido também uma arma branca, “um dos homens sofreu ferimentos graves”, tendo sido transportado para o Hospital de Santo André, em Leiria.

O agressor, de 40 anos, “foi controlado e detido por elementos da Escola Segura, encontrando-se à guarda da PSP", divulgou a mesma fonte.

A arma foi apreendida e a investigação entregue à Polícia Judiciária.

A agressão teve início cerca das 10:00, no átrio da escola, na presença de alunos, alguns dos quais receberam acompanhamento psicológico.

Os alunos foram retirados da escola, que se mantém encerrada, disse à Lusa o vereador da Educação na Câmara da Nazaré, Manuel Sequeira.

No local estiveram três ambulâncias, uma viatura de comando e sete operacionais dos bombeiros da Nazaré e elementos da PSP.

Fonte: Sapo24



Subscreva Newsletter

Escreva o seu email:

Entregue por FeedBurner