loading...

VERGONHA - Não param de atacar o cantor AGIR!!!

(4 votos)
VERGONHA - Não param de atacar o cantor AGIR!!!
Foto: Move Notícias

É mais que tempo de AGIR...

Ídolo de crianças, adolescentes e graúdos existe na actualidade um rapaz cantor que se dá pelo nome artístico de Agir.

Agir causa histeria incontestável por onde passa com cantigas fáceis para um ouvido destreinado de qualquer futuro amante de música e muitas batidas ritmadas.

A partir dos quatro ou cinco anos de idade já vemos o papá e as mamãs a colocar as cantigas do Agir em tudo quanto é smart-phone e demais equipamentos. Que giro.

O próximo passo como não podia deixar de ser é reservar bilhete para o concerto mais perto de casa, afinal é legítimo levar os filhos a ver o ídolo e quanto mais cedo melhor.

Até porque, falhar o concerto, como todos os colegas e amigos em teoria estarão presentes, significa correr o risco de ser automaticamente posto de lado pois estará fora da moda.

Mas vamos por partes... Como papá ou mamã que se preze e que nos dias de hoje não pode desiludir os filhos, sob o risco de terem uma crise de ansiedade, stress ou alguma outra condicionante psicológica mais grave. Antes de assistir ao concerto convêm dar uma olhadela ás letras das cantigas e tentar levar a lição bem estudada. Afinal muitas das crianças que admiram o artista ainda nem sabem ler ou escrever, o que acaba por ser uma vantagem.

Bem então começamos pela letra " Gosto do teu rabo " :

gosto do teu rabo

principalmente quando ele mexe

e a minha cresce

quando o teu rabo ele d-d-d-d-d-d-desce

essas calças ficam tão bem

mas por favor despe

e eu sei que sou parvo

mas eu gosto do teu rabo

então gosto do teu rabo

principalmente quando ele mexe

e a minha cresce

quando o teu rabo ele d-d-d-d-d-d-desce

essas calças ficam tão bem

mas por favor despe

e eu sei que sou parvo

mas eu gosto do teu rabo

Vou ter uma certa dificuldade em explicar às crianças que " quando o rabo mexe a minha cresce " mas lá vou ter de inventar uma história qualquer...

Bem passemos à próxima letra pois esta está no top e é canção obrigatória em todos os concertos de Agir " Deixa-te de merdas " :

Deixa-te de merdas
E presta atenção
Preciso de estar só
Eu quero é estar só
Por mais que ela diga que eu seja o único
A gente nunca se beija em público
Ultimamente só me chama púdico
Eu já não consigo dormir no cúbico
Perdeu-se entretanto
Ya eu sei que ela já teve uns quantos
Mas eu não quero saber quem é que ela fo....eu antes
Porque depois de fo....er comigo
ela vai ver que nem fo.....eu tanto

Bem esta já se torna um pouco mais complicada para uma criança, mas pode ser que com o barulho durante o concerto e entre duas pancadas na bateria a criançada não se de conta deste vocabulário obsceno, é a minha única esperança, ou então acabei de ter uma ideia melhor. Como levo a letra bem decorada imediatamente antes das partes mais obscenas interpelo a criançada e proponho ir comprar algodão doce!

E por ai adiante, convido os papás e as mamãs a lerem as demais letras pois há muito que decorar.

Agressão nas escolas, crianças que não sabem brincar umas com as outras, crise de valores, desrespeito mútuo, agressão a professores estas são as queixas frequentes dos encarregados de educação sobre os seus educandos.

Mas estas pessoas que dão tempo de antena, que se deslocam para assistir a este tipo de manifestação que vai contra a moral e bons costumes acompanhadas de crianças em idade de frequentarem o ensino básico ou nem isso, são encarregados de que tipo de educação? Estão a espera do quê dos seus educandos num futuro próximo ?

Não ponho culpas em qualquer artista muito menos ao Agir, afinal trata-se de uma manifestação artística num país livre, apenas ponho em causa a decisão destes encarregados de educação em proporcionar momentos altamente duvidosos em crianças de tenra idade que deveriam estar a receber as bases para um futuro.

Religião e moral, desenhos animados, Heidi e companhia? isso é coisa antiquada, agora o que está a dar são series televisivas com muito sangue, focadas em crises de pré-adolescentes a maltratar os pais a toda a hora, telenovelas em que já não existe modo de descer a um nível mais rasca, e artistas com letras que deveriam levar um sinal sonoro de censura em cima de certas palavras que surgem em cada parágrafo.

Isto tudo entregue pelos pais de bandeja às crianças e se possível assiste-se ao vivo e a cores.

No fundo creio que Agir deveria levar os pais a agir.

E para terminar deixo uma reflexão para aqueles que ainda conseguem agir.

Porque estamos a falar de meninos e meninas. Em 1985, quando a nossa geração frequentava a escola primária, portanto com a idade dos meninos e meninas a que me refiro neste texto, o pai de Agir, que se chama Paulo de Carvalho ofereceu-nos a linda canção que os meus pais me ensinaram a escutar, chama-se " Os meninos do Huambo ".

É tempo de AGIR… 

Fonte: Originais 2010

 

loading...

Subscreva Newsletter

Escreva o seu email:

Entregue por FeedBurner