loading...

PSP prende burlões no Porto

(1 Vote)
PSP prende burlões no Porto
Foto: Blog.ocasiao.pt

Um casal de burlões que enganava as vítimas com a promessa de arrendar casas de férias no Algarve que não eram suas ou que não existiam, através de anúncios na Internet, foi detido pela PSP, na zona do Porto.

A dupla usava dois métodos distintos para enganar as suas vítimas, o dos falsos arrendamentos de casas no Algarve, e outro de promessa de venda de cães de raças dispendiosas.

Foram queixas apresentadas em todo o país, a diferentes autoridades, relacionadas com a burla com casas de férias, que desencadearam a investigação que permitiu fazer as detenções, levada a cabo pela PSP de Portimão. Há cerca de 9 meses, a polícia começou a relacionar vários casos em que as vítimas davam o sinal para alugar casas na região, mas acabavam sem o dinheiro e sem sítio onde ficar.

Os burlões criavam anúncios em sites como o OLX e o Custo Justo, onde alegavam ter moradias e apartamentos para alugar, a preços bem abaixo da norma. «Após acordarem os pormenores da transação pelo telemóvel ou pelo computador as vítimas eram levadas a fazer uma transferência bancária para garantirem o arrendamento», segundo o Comando Distrital de Faro da PSP.

Mas, assim que recebia o sinal pedido, o casal cortava o contacto com as pessoas que ludibriara. Com este esquema, conseguiram enganar «várias vítimas», algumas das quais só deram conta do logro após ter feito a viagem para o Algarve, constatando que a casa que pensavam ter garantida não existia.

Os mesmos suspeitos também usariam outro método para burlar, aliciando as vítimas com cães de raças que são, usualmente, vendidos a preços muito elevados. A metodologia era em tudo semelhante à dos arrendamentos falsos: Eram colocados anúncios, pedido um sinal aos compradores e cortado todo o contacto, a partir do momento em que o dinheiro passava para a mão do casal.

A operação que levou à detenção dos dois suspeitos, que foi concertada com o Ministério Público de Portimão, contemplou oito buscas domiciliárias, em que foi apreendido equipamento informático e documentos que ajudaram à investigação das autoridades.

A dupla esteve ontem, sexta-feira, no Tribunal de Portimão para aplicação de medidas de coacção.

«A PSP apela a toda a população para que tenha todo o cuidado na utilização da internet ao fazer compras eletrónicas, certificando-se sempre da veracidade dos anúncios e desconfiando de negócios demasiado vantajosos. A polícia apela ainda a todos os lesados apresentem queixa por situações idênticas às relatadas, pois só desta forma poderá combater o crime de modo mais eficaz e incriminar os seus responsáveis», apelou a PSP.

Fonte: Sulinformacao.pt

 

Lido 1133 vezes
loading...

Subscreva Newsletter

Escreva o seu email:

Entregue por FeedBurner